Como fazer geomarketing para aumentar as vendas

Data

Por Valentina Sales - 21 de Junho de 2019

Você sabia que tecnologias baseadas em localização geográfica criam um universo de possibilidades para as estratégias de marketing da sua empresa e impulsionam os negócios? Hoje, você vai conhecer algumas formas de como fazer geomarketing (ou marketing baseado em localização) para otimizar a jornada do cliente, alavancar as vendas e sair na frente da concorrência. Vamos conhecer?

Geomarketing é sinônimo de precisão

Geomarketing é sinônimo de precisão

Recentemente, uma pesquisa do Pew Research Center relatou que 90% dos usuários de smartphones usam serviços baseados em localização em seus telefones. Isso quer dizer que o aparelho celular abriu as portas para uma nova e surpreendente forma de impulsionar os negócios: o geomarketing.

O marketing baseado na localização engloba diferentes estratégias digitais que usam dados valiosos sobre a localização das pessoas para otimizar campanhas e direcioná-las aos consumidores com muito mais precisão – a mensagem certa, na hora certa e no momento certo!

Como isso acontece? Por meio da geolocalização, que pode ser feita usando serviços de localização baseados em GPS, endereço IP de um usuário ou beacons de baixa energia (BLE) de Bluetooth para fazer ping em um dispositivo próximo. Todo o marketing móvel baseado em localização usa alguma forma de geolocalização, e cada uma delas tem seus próprios aplicativos e vantagens.

Diferentes recursos

Diferentes recursos

Você deve estar se perguntando: mas, afinal, como fazer geomarketing, como aplicar essa estratégia na minha empresa e impulsionar os meus negócios? Abaixo, você vai conferir alguns recursos baseados no marketing de localização que você já pode colocar facilmente em prática.

1. Geotargeting

O geotargeting é a aplicação mais conhecida do geomarketing. A estratégia consiste em segmentar o público-alvo conforme a sua localização. Assim, você consegue formatar uma campanha de acordo com o país, a cidade ou o bairro onde o seu público de interesse está localizado. O resultado é uma produção e entrega de conteúdos muito melhor direcionados.

Vale lembrar que a segmentação está disponível na maioria das plataformas de anúncios pagos, como Facebook Ads, YouTube Ads e Google AdWords. No Facebook Ads, por exemplo, é possível fazer o direcionamento por raio de quilômetros e por pontos comerciais.

2. Geofencing

O Geofencing consiste em oferecer conteúdo em tempo real para o usuário de acordo com a localização oferecida pelo GPS. Um bom exemplo disso é feito pelo Google, que fornece aos usuários do sistema Android informações sobre tempo, trânsito e negócios próximos. Mas outras tantas empresas utilizam o geofencing informando via e-mail, SMS ou notificação no celular promoções ou novidades para os usuários que estão próximos delas.

Para conseguir enviar tais notificações, a empresa precisa ter um aplicativo com a demarcação da área geográfica trabalhada. O app tem que ser baixado e o usuário pode autorizar ou não o compartilhamento da sua localização e o recebimento de notificações push.

3. Geotagging

O geotagging é a marcação da localização do usuário em uma postagem no Facebook ou no Instagram – o que acaba sendo uma divulgação espontânea do negócio. Vale ressaltar que, como esse tipo de ação depende muito da vontade do usuário, é preciso incentivar a marcação, seja por meio de ofertas, promoções ou ambientes interativos e esteticamente atraentes.

4. Check-in

O check-in costuma ser aproveitado para engajar os usuários que visitam um estabelecimento em troca de descontos ou brindes. Muitos restaurantes, bares e lanchonetes fornecem Wi-Fi gratuito mediante o check-in no Facebook. Assim como o geotagging, a iniciativa deve partir do próprio usuário – portanto, cabe a você incentivar esse tipo de ação.

Não dá para ficar de fora, não acha? Afinal, apostar em geomarketing é inovar e garantir que o seu negócio conquiste uma posição de destaque entre os concorrentes!

Uma das melhores ferramentas de visualização de dados e geoanálise, utilizado por milhares de equipes de marketing, é a Map My Customer. Além de ser referência no segmento, a ferramenta ainda promove a integração com a HubSpot, que permite que sua empresa chegue ao próximo nível na análise sobre os visitantes, leads e clientes.

Quer informações mais detalhadas sobre como fazer geomarketing ou aplicar diferentes recursos de geolocalização para alavancar as suas vendas e os seus negócios? Nossos especialistas estão aqui para tirar todas as suas dúvidas! Entre em contato!

NA5 Hub de Crescimento
Comentários

Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.